Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Piaçaveiros
Início do conteúdo da página

Piaçaveiros

Publicado: Quinta, 07 de Julho de 2016, 16h07 | Última atualização em Sexta, 08 de Julho de 2016, 16h08 | Acessos: 613

Introdução

“Piaçabeiro é quem corta piaçaba, quem conhece e beneficia. É quem sabe extrair”.

“Somos piaçabeiros porque não temos profissão na cidade”.

Os piaçabeiros são caracterizados por tirar seu sustento da extração da fibra da piaçaba. Para tanto, precisam ficar períodos médios a longos em função da atividade produtiva nos locais de incidência das palmeiras de piaçaba. Em alguns casos, as famílias acompanham os homens na coleta, acampando com eles e participando do trabalho. Boa parte dos piaçabeiros possui pouca ou nenhuma instrução. A extração de piaçaba é uma atividade predominantemente masculina. Já a confecção de vassouras é uma tarefa eminentemente feminina, mas ocorre com pouca incidência nas comunidades extrativistas.

A extração de piaçaba está ligada à relação estabelecida entre os piaçabeiros (fregueses) e os patrões, que reivindicam para si a posse sobre determinado terreno no qual a extração ocorrerá e que estabelecem a servidão por dívida como lógica de trabalho. Chegando ao local de extração, é necessário abrir espaço na mata para a construção do acampamento e da “colocação”, que é o local onde os fardos ou toras de piaçaba ficarão guardados ao longo dos meses de extração. Todos os mantimentos, materiais e ferramentas necessários para o trabalho são comprados do patrão, com preços acima da média de mercado, levando os trabalhadores a uma dívida constante. A busca pela piaçaba começa cedo, com os piaçabeiros percorrendo grandes distâncias a pé para chegar aos locais de coleta. Organizam a piaçaba coletada em fardos ou toras de 50 a 100 quilos. Também caçam e pescam para complementar a alimentação no local de coleta.

Na Bahia, a planta encontrada é denominada principalmente piaçava, enquanto no Amazonas a planta é denominada piaçaba (nome adotado neste texto). Apesar de pertencerem à mesma família, as plantas das duas regiões apresentam distinções quanto à dureza, comprimento e flexibilidade, sendo que a piaçava baiana é considerada de melhor qualidade. Essas plantas também recebem a denominação de coqueiro-piaçaba, japeraçaba, pau-piaçaba e vai-tudo.

Fim do conteúdo da página