Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Caatingueiros
Início do conteúdo da página

Caatingueiros

Publicado: Sexta, 01 de Julho de 2016, 15h27 | Última atualização em Sexta, 08 de Julho de 2016, 16h26 | Acessos: 1896

Introdução

“Especificamente, os caatingueiros constituem-se uma coletividade dispersada por um longo espaço que agrega nas suas interfaces as atividades conciliadoras da vida social caatingueira. Baseada na agricultura, o viver simples dessa gente apresenta para o interessado em conhecê-la os diversos significados que somente quem está nela imergido é capaz de compreender. É um viver diferenciado, onde os diversos ciclos de vida existentes sugerem a unificidade dessas gentes.”

Os caatingueiros destacam-se dos demais grupos sociais da região norte-mineira, pois estão completamente ligados ao bioma da Caatinga, tanto em seu modo de produção quanto em seu modo de vida, com processos produtivos ajustados às condições ambientais (uma destas características é o conhecimento e utilização de plantas e raízes medicinais). Os caatingueiros caracterizam-se pelo caráter mercantil de produção e pela aparente prosperidade em comparação aos demais povos e comunidades com os quais se relacionam diretamente, produzindo grande diversidade de gêneros agrícolas, produtos derivados de leite e criando gado que se alimenta das pastagens nativas da região, que possui solo fértil, mas sofre constantemente com a seca. Além disso, a autodeterminação se caracteriza por contraposição aos demais povos e comunidades da região que povoam territórios próximos (geraizeiros, vazanteiros e veredeiros, por exemplo), principalmente pela localização geográfica dos povoados e comunidades, que impõem relações com o clima e o bioma que condicionam as diferentes formas de produção e modos de vida.

Outra característica dos caatingueiros (característica esta comum aos demais povos e comunidades da região) é a sólida rede de solidariedade familiar e comunitária, expressa principalmente no momento do abate de animais como gado e porco, quando partes dos animais são distribuídos entre os parentes e vizinhos.

 

Fim do conteúdo da página